Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

Mais do mesmo nas medidas de Política Industrial

Imagem
Na quarta-feira, 18/06, foram anunciadas as novas medidas de política industrial, na página do Ministério da fazenda tem os slides com a apresentação das medidas (link aqui). Segundo essa apresentação as medidas de política industrial visam os seguintes objetivos:
Fortalecer a indústria no novo ciclo de desenvolvimento econômico.Estimular aumentos de produtividade e da competitividade.Promover a inovação e a modernização.Aumentar a inserção da indústria brasileira nos mercados externos.Garantir emprego e renda aos trabalhadores da indústria.

São objetivos com os quais poucos economistas discordam e, apesar de ser parte da minoria que discorda de alguns destes objetivos, não vou questioná-los nesse post. Se alguém quiser saber de meus motivos pode começar com os links aqui, aqui e aqui. O que vou questionar é se as medidas anunciadas são capazes de alcançar tais objetivos. Para isto vou listar alguns fatos bem conhecidos a respeito da economia brasileira:
A indústria, notadamente a indú…

Participação no Globonews Alexandre Garcia

Imagem
Ontem, 18/06, estive na Globonews para consversar com Alexandre Garcia e Paulo Dantas Costa, presidente do Conselho Federal de Economia (COFECON), a respeito dos impactos econômicos da Copa. Minha avaliação é que a Copa não terá efeitos econômicos de longo prazo e que no curto prazo os efeitos podem até ser negativos. Os que me acompanham sabem que meu diagnóstico sobre a economia brasileira é que existe um problema de oferta e não de demanda. Sendo assim os possíveis ganhos econômicos por conta da elevação da demanda no período da Copa serão pequenos e possivelmente menores que as perdas com os dias parados por conta dos feriados.
O presidente do COFECON acredita que o setor de turismo pode ser beneficiado no longo prazo. Eu não compartilho desta idéia, várias pesquisas relativas a mudanças setoriais em países que foram sede da Copa do Mundo mostram que o efeito sobre a composição setorial do emprego é pequena ou nula, ou seja, não há um crescimento significativo do setor de turismo …

Much ado about nothing?

Imagem
Segue o que espero ter sido meu comentário final a respeito da invasão e ocupação da reitoria da UnB.

Com a carta anexa (link aqui) foi encerrada a invasão e ocupação da reitoria que começou na quinta-feira passada. Confesso que mesmo tendo lido a carta várias vezes não entendi do que se trata. A carta fala em "sanear os processos existentes, facultada a abertura de novos procedimentos para apuração de fatos...". Não era exatamente o que estava acontecendo? Havia um documento onde era pedido para que fosse aberto um processo disciplinar. O documento com o pedido da sindicância será saneado? Exatamente o que é sanear um processo? A abertura do processo disciplinar não seria um novo procedimento que a carta faculta?
No segundo parágrafo fala-se de manter abertas agendas para debates relativos aos CAs e ao uso de ônibus pelos estudantes. Tenho pouco mais de dez anos de UnB, comparado aos meus colegas diretores e decanos eu sou novo na casa. Talvez por isto o parágrafo tenha me …

Democracia contra a Violência

Em um espaço de dois dias a comunidade da UnB foi surpreendida por duas notícias aparentemente desconexas mas que guardam relação entre si. A primeira foi a invasão do gabinete do reitor por alunos que participam da assistência estudantil da UnB, a segunda foi mais um Happy Hour (HH) que saiu do controle, desta vez com direito a tiros em pleno Instituto Central de Ciências (ICC). Os estudantes que estão na assistência estudantil tem várias demandas legítimas que devem ser analisadas com a devida atenção pelas instâncias representativas da UnB, festas existem nas melhores universidades do Brasil e do mundo e não existe uma boa razão para não existam na UnB. Porém nada justifica a afronta e o desrespeito as regras e as instâncias deliberativas da universidade.

Os estudantes tem representação nos conselhos superiores e podem levar a esses conselhos avaliações a respeito de toda e qualquer decisão da reitoria, inclusive as decisões relativas as normas para festas, funcionamento da assistê…

Expressão Nacional: Competitividade da Economia Brasileira

Imagem
Ontem participei do programa Expressão Nacional na TV Câmara. Para os que não assistiram ou os querem rever algum trecho o link para o programa completo está aqui. Abaixo um vídeo com a parte que falo da reversão da política econômica no governo Dilma destacando o fracasso em estimular a indústria e o investimento bem como o risco de uma crise econômica. Como não poderia deixar de ser tem provocação para turma do câmbio.



FT faz a Defesa do BNDES... Eu Reforço a Acusação

Imagem
Jonathan Wheatleh escreve no FT uma defesa do BNDES (link aqui). Começa reconhecendo as razões dos críticos do banco e depois passa a destacar o papel do BNDES como financiador do investimento no Brasil. A figura abaixo, extraída do texto do autor, resume a defesa do BNDES.
A baixa taxa de investimento no Brasil já deveria ser um sinal que o BNDES está fazendo algo errado, é difícil explicar porque enquanto o BNDES aumenta o volume de recursos para financiar o investimento a taxa de investimento insiste em cair. Onde estão os tais efeitos multiplicadores? Mas o problema é ainda mais grave. O FT se junta aos muitos que apontam o BNDES como solução em um país onde por várias razões o mercado financeiro não apresenta produtos para financiar o investimento de longo prazo. É fato que existem muitas razões para isto, mas certamente a existência do BNDES é uma destas razões. Como concorrer com um banco que empresta a juros reais negativos? Neste ponto a ausência de mercado para financiar cresc…