domingo, 14 de julho de 2013

Finalmente meu Blog

Depois de algum tempo no Facebook resolvi, graças a sugestões de vários amigos, fazer um blog. A ideia do blog é comentar as notícias relacionadas à economia e política com foco no Brasil e na América Latina e de vez em quando, sem periodicidade definida, fazer algumas análises mais profundas de temas relacionados ao crescimento econômico também com foco no Brasil na América Latina.

Como os amigos do Facebook e Twitter já devem ter percebido meu tempo nas redes sociais é dedicado a denunciar as artimanhas do populismo econômico, do dito desenvolvimentismo e de como estas ideias contribuíram e continuam contribuindo para a estagnação econômica de nuestra América. O populismo parte da ideia de que é possível agradar a determinados grupos sem que nenhum outro grupo pague a conta. Como isto é impossível acaba que a conta é cobrada dos grupos que menos podem se defender, via-de-regra os mais pobres. Assim em nome de uma pretensa defesa dos mais pobres os regimes populistas espalham a miséria pelo continente, miséria esta que cobra sua fatura exatamente dos descamisados e dos pés-descalços que o populismo pretendia ajudar. Por desenvolvimentismo entendo o conjunto de políticas que visam estimular o crescimento transferindo renda para os setores considerados como polos dinâmicos da economia. Como os tais polos dinâmicos nunca incluem os mais pobres tais políticas acabam por gerar uma enorme concentração de renda na economia que, segundo os desenvolvimentistas, seria um preço a pagar no curto prazo por um crescimento econômico de longo prazo que, pelo menos na América Latina, nunca foi entregue.

A decisão de manifestar no Facebook, e agora neste blog, foi motivada pela profunda decepção de ver estas duas ideias voltarem à moda no Brasil depois de aparentemente abandonadas em decorrência da grande crise da década de 1980. Após mais de uma década de inflação gigantesca e estagnação econômica o Brasil resolveu arriscar, timidamente eu sei, o caminho de uma economia de mercado. A estabilidade econômica foi considerada um valor em si, as privatizações foram feitas, iniciou-se um processo de abertura da economia e uma agenda de reformas buscando a eficiência. O resultado foi um período de crescimento modesto, porém maior que o dos anos 1980, e um processo de desconcentração de renda sem paralelos em outros períodos com disponibilidade de dados. Pela primeira vez em muitos anos os pobres participavam dos ganhos gerados pelo crescimento. A reversão destas políticas coloca em risco todas estas conquistas.

Os primeiros sinais do retrocesso já estão disponíveis. Um leitor atento de jornais já percebeu que paramos de falar de reformas e inclusão e voltamos a falar de inflação e necessidade de estimular o crescimento. O combate à inflação, maior garantia que os mais pobres não terão redução de renda, deixou de ser um objetivo e passou a ser um elemento no estímulo ao crescimento e a indústria. Como brasileiro não gostaria de viver no país que parecia ter sido superado nos anos 1990, este blog é aminha contribuição para evitar que sigamos este caminho. É uma contribuição pequena e modesta, mas é o que posso fazer no momento.

12 comentários:

  1. Roberto,

    Você é um líder nato, escreve bem e diz coisas complicadas de forma simples. Nesse sentido, longe de ser pequena, sua contribuição é imensa. Basta, para isso, que seus seguidores não nos abstenhamos (me incluo entre seus seguidores!)do nosso papel na divulgação de suas idéias.

    Parabéns pelo novo blog!

    Seu amigo,

    José Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado meu amigo. Espero que o Blog seja um ponto de encontro para trocarmos ideias.

      Excluir
  2. Parabéns Professor!
    Excelente iniciativa

    ResponderExcluir
  3. Até que enfim, Roberto! Que bom vê-lo na blogosfera.
    Que bela iniciativa, que belo presente você nos dá nesses dias tão difíceis! Que presente maravilhoso seu blog no ar! Já "favoritei" esta página para vir sempre aqui me informar com sua inteligência, seu humor e sua verve! Será leitura obrigatoria e diária!!!
    Vou espalhar suas ideias para meio mundo É uma tática silenciosa, mas a única que posso fazer. Água mole em pedra dura... Estarei sempre por aqui.
    Você é mais um bravo que não foge à luta. Vida longa ao blog. Vida longa a esse novo projeto.
    Não tenho dúvidas que o Roberto como blogueiro será um sucesso estrondoso. Eu Comemoro o aparecimento de mais um blog sem ambigïidades e muito menos politicamente correto e que, ainda por cima, sabe defender suas opiniões.
    Continui atirando na testa dessa quadrilha de compadres que tomaram de assalto nosso país.
    FIRME NO FRONT!!!
    Abraços!
    Edinailton.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bondade sua meu caro, de qualquer modo muito obrigado pela força.

      Excluir
  4. Caro Roberto,

    Você não me conhece e eu também não sou estudante de economia, mas sendo formado em Direito, sou muito interessado em política e todos assuntos pertinentes ao Estado.

    Tendo visto uma de suas publicações no Facebook de um amigo, comecei a seguir suas opiniões e a formar melhor as minhas.

    Escrevo aqui apenas para te agradecer e mostrar-lhe que suas opiniões já atingem pessoas de cuja existência você nem tem ideia. Desejo ardorosamente que esse blog potencialize tal fato.

    Abraços e, novamente, obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço o apoio. Farei o possível para que o Blog atenda as expectativas. Abs.

      Excluir
  5. Roberto,

    Acabei de descobrir o teu blog. Vou segui-lo a partir de agora desde a quebrada Espanha.

    Abraços,

    Alejandro

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Ellery, ótima iniciativa. esse blog vai bombar!

    Abraço
    Ronieel Belém

    ResponderExcluir
  7. Alexandre Andrada17 de julho de 2013 07:34

    Caro Ellery, como vai?

    Sou um seguidor de todos os bons blogs de economia. É bom saber que agora existe mais um para eu acompanhar.

    Parabéns pela iniciativa.

    Abraço.

    Alexandre

    ResponderExcluir
  8. No firefox tem uma aba a direita que atrapalha na rolagem da pagina. :(

    ResponderExcluir